Ensaio sobre as minhas perguntas

Eu gostaria de listar tudo aquilo que busco respostas mas não posso.


Aquilo que desejo saber momentaneamente não parece ser importante se no dia seguinte é esquecido. Mas as perguntas que evitamos admitir que temos dúvidas sempre voltam como um enorme e afiado boomerang pronto para arrancar todas as nossas articulações num piscar de olhos.


Dói em você também a dúvida tanto quanto o peso da máscara que você veste pra não ter que se olhar no espelho e admitir aquilo que você têm dentro de si?


Eu não gosto de pensar em viver só. Não pelo medo de conversar apenas comigo pelo resto da vida, porque afinal, qual a grande vantagem de estar somente consigo mesmo?


Imagine nunca ter conhecido outra pessoa, seus pais, colegas, ter ido à escola, teatro e qualquer outro lugar. Imagine o grande nada que você teria aprendido vivendo apenas com a sua sombra. Todos os grandes momentos que você perde não tendo ninguém por perto.

Imagine que sublime infelicidade teria sido.


Odeio quando perco as palavras.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Ensaio sobre O Espelho

Como eu comentei - embora de uma forma levemente da boca pra fora - sim é verdade, eu te amo e não tenho coragem de admitir isso a maioria das vezes. Eu gosto da forma como tu larga as coisas, como se